terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Alguém avise...

Aos profetas da prosperidade que em breve suas profetadas serão expostas, porque os ouvintes se cansarão das mentiras ditas em nome de Deus. Digam a eles que os homens e instituições podem até ser omissos e não tomar nenhuma providência, mas Deus ainda tira castiçal da mão de vaquinhas de presépio.

Aos falsos pastores que as ovelhas vão abandoná-los. Cansaram de meias-verdades sobre tudo: dinheiro, sexo e poder. Quando determinadas notícias vierem a público, segundo o querer de Deus expor tudo à luz, não sobrará pedra sobre pedra, nem mito sobre mito.

Aos falsos mestres que a qualquer hora a verdade estabelecerá seu domínio sobre a falsidade que andam ensinando. Uma mentira nunca se firma por muito tempo, como dizem os sábios judeus. Digam-lhes que eles podem enganar alguém por algum tempo, mas não podem fazê-lo a todos por todo o tempo.

Aos animadores de auditório, disfarçados de pregadores, que em breve as fontes de financiamento vão secar. Eles serão mendigos revoltados, porque seus feitiços cobrarão seu preço. O apanágio das mesas pastorais presidenciais lhes fugirá e não haverá quem os socorra. O chilrear dos seus lábios se voltará contra eles, e não venderão CD ou DVD.

Aos teólogos radicais, aqueles que fazem exegese de hinos, que Deus é gracioso, e se enfurece com quem exagera na medida da justiça. Já aos teólogos liberais, aqueles que desejam personalizar a igreja ao gosto do freguês, digam que Deus é justo e não perde nada de vista. De ambos exige equilíbrio. E absolutamente todas as motivações embotadas de hoje serão reveladas.

Aos cantores que anseiam a fama, que ela mesma irá consumi-los. Não é consumo o que desejam? Pois vão perder a própria alma, tornando-se bonecos nas mãos das grandes gravadoras. Vão ganhar muito dinheiro, mas a paz é grátis e não mora em palácios!

Aos blogueiros que eles precisam repensar a estratégia. Se pretendiam evangelizar através da internet, o máximo que conseguiram foi polêmica. Como polêmica não salva... E sejam mais ativos e atuantes a partir de suas respectivas congregações. Crítica vazia, toma o mesmo caminho, não chega a lugar algum.

Aos mercadores nepotistas que Deus está insatisfeito com seus filhos e herdeiros. Simplesmente, não os chamou. Ele tem revelado à sua igreja que eles só ocupam determinados cargos sob a pasmaceira de seus padrinhos. Em breve será exigida competência e espiritualidade na medida certa para fazê-los perceber a pequenez de sua estatura. Eles vão ruir.

Aos falsos políticos evangélicos que eles são incapazes de defender a própria família. Deus está permitindo que seus filhos se droguem e suas filhas engravidem. Se não podem defender suas famílias, como defenderão a igreja? Esta prerrogativa tem dono e Ele não abre mão do título. E mais: parem de ludibriar e tentar enganar a Noiva, pois os sete mil estão alertas e indiferentes aos seus apelos chantagistas. Podem até conseguir uma promessa de algum líder inescrupuloso, mas quem anseia o Céu não se vende.

Aos falsos crentes que está chegando a hora decisiva: só será arrebatado quem estiver com Cristo dentro do coração. Não, não é frase de efeito, é a realidade dura e real da Palavra que não murcha, nem se contradiz. Especialmente, para os que ainda não nasceram realmente de novo e vivem disfarçados, tentando enganar a Deus. Dele não se zomba...

Depois não digam que eu não avisei...

Publicado originalmente em Reflexões Sobre Quase Tudo!

Um comentário:

O PENSADOR disse...

Bom texto, ..., faz-me refletir, principalmente, sobre nossa situação como blogueiros...

Um abraço...