quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

O Pobre


O Cristo Solitário, de Kramskoy

As aves têm o céu
no seu ninho, as raposas
onde esconder
seu olhar.
Eu estou sozinho, sem pedra
onde pousar o meu sono,
e onde meu corpo passa
vai minha casa.
(J.T.Parreira, in «Pássaros Aprendendo Para Sempre e Outros Poemas»)

2 comentários:

Catarina Ferreira disse...

pela poesia, entende-se o livro deve ser bom, bom mesmo.
saudações;

Mayalu Moreira Felix disse...

Olá, irmãos. Gostaria de propor uma parceria de linkagem. Creio que conheço todos os que postam aqui, e penso que vcs também sabem quem sou e qual é meu blog. Se concordarem, por favor me deixem um recado no Blog da Maya: http://mayafelix.blogspot.com/

Um abraço,

Maya

:)