terça-feira, 1 de maio de 2018

O caráter do pregador - E. M. Bounds



Pode um homem ambicioso, que busca louvor e posição destacada, pregar o Evangelho dAquele que não buscou para si mesmo reputação, mas tomou a forma de um servo? Pode o orgulhoso, o vaidoso, o egoísta, pregar o Evangelho dAquele que era modesto e humilde? Pode o mal-humorado, colérico, duro e mundano pregar as doutrinas que estão cheias de longanimidade, auto abnegação, ternura, que imperativamente exigem separação da inimizade e crucificação para o mundo? Pode o mercenário oficial, sem coração e negligente, pregar o Evangelho que exige que o Pastor dê Sua vida pelo rebanho? Pode o homem ambicioso, que pensa em termos de salário e dinheiro, pregar o Evangelho até que esgote o seu coração e possa dizer no espírito de Cristo e Paulo com as palavras de Wesley: “E eu o considero como esterco e escória; o calco sob os meus pés; e eu (ainda que não seja eu, mas a graça de Deus em mim) o estimo apenas como a lama de estrada, não o desejo, não o busco”?
E. M. Bounds

Um comentário:

Unknown disse...

Os melhores Materiais Evangélicos são obediência e fé