domingo, 30 de outubro de 2011

Poemas de António Jesus Batalha

.


FOI POR MIM.

Por: António Jesus Batalha.

O quanto por mim sofreste,

Aqui enquanto vivias,

Ganhaste e não perdeste,

Vida eterna me deste,

Valor que em mim vias.

Cansado então estavas,

Com toda a sujeição,

A minha conta pagavas,

Minha vida transformavas,

Ganhavas meu coração.


Fonte: Blog Verdade que Liberta


.

Um comentário:

Antonio Batalha disse...

Amigo João andei à procura de um banner para colucar no meu blog mas não encontrei. então resolvi fazer um, se quizer amanhã passe por cá para ver,
Um abraço e um obrigado.