sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

É tempo de blogar


Blog Olhar Cristao

João Cruzué

"Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei." Isaías 55:10 e 11.

Estamos diante de um tempo ímpar. Com a maturidade da era digital, computadores e softwares disponibilizam a palavra escrita com imagens em qualquer lugar do mundo; uma oportunidade sem igual disponível está diante de nós cristãos. O desenvolvimento tecnológico não para. Movido pelo prazer e pela competição, homens e empresas já não podem mais esconder seus conhecimentos, sob pena de perder o lugar nos negócios e na história. É tudo muito rápido. Vou deixar aqui opinião de um cristão consciente: Assim como Deus colocou nas mãos de Martinho Lutero a imprensa pelas mãos de Gutemberg, este mesmo Deus tem colocado nas mãos dos cristãos de hoje uma tecnologia muito mais rápida, eficiente, acessível, para não dizer gratuita. Hoje podemos escrever para o mundo.

Em 07 de agosto de 1991, o inglês Tim Berners-Lee colocou online no CERN o primeiro site e a primeira página em linguagem HTML, e passou para a história. Naquela página estava uma aula de Internet. O que era a WWW, como alguém poderia criar um browser (navegador), como configurar e instalar um host (servidor). Ele não patenteou seu invento. Ninguém jamais imaginava ainda o potencial escondido naquelas poucas linhas. Hoje se fosse quantificar o valor de sua criação, alguém já disse que valeria mais de um trilhão de dólares. Mas está aí de graça para ser aprendido e usado por qualquer um.

De lá para cá centenas de outras mentes iluminadas pelo mesmo Deus foram acrescentando novas tecnologias e novos softwares compondo uma ferramenta ágil, poderosa e global. Depois das comunidades científicas, o comércio mundial se apropriou deste conhecimento. Hoje, pela manhã, eu estava pesquisando o preço de um conjunto de sofás, online, sem sair de casa. Bilhões de produtos são comprados e vendidos sem precisar sair de nosso lugar. Indústrias, bancos, supermercados, hotéis, escolas, academias, clubes, etc. O mundo está ao alcance de nossos dedos.

Infelizmente, não foram somente empresas normais que tiveram acesso a este conhecimento e a esta ferramenta, a Internet. Muitas coisas que são condenadas pela Bíblia e promovidas pelo adversário também estão ali. A prostituição, a pornografia, o terrorismo, a discriminação, as drogas, venda de armas, contrabando, difamações, pedofilia, etc. e muitas outras coisas podres que não são aceitas por um cristão. É por isso que a Igreja do Senhor não pode ficar de braços cruzados e deixar de iluminar e salgar a comunidade global que frequenta a Internet. O bom cheiro de Cristo deve ser espalhado pelas palavras de um texto que publique conteúdo cristão.

Há menos de uma década começamos a ouvir um nome esquisito: Blog! O que é um blog? é um site descomplicado. Não é preciso nenhum conhecimento de linguagem HTML para criar, escrever e publicar um. Há grandes portais que oferecem espaço gratuito em seus servidores para hospedá-los. Google, Wordpress, Vox, entre outros. Em dez minutos você se inscreve, escolhe o modelo, escreve um texto e publica. Um site pré-configurado para uso de leigos. George Bush e Barack Obama ganharam eleições nos EUA usando essas ferramentas para comunicação e arrecadação de fundos. No Brasil, os blogs ainda não foram popularizados, mas a partir deste ano as novelas globais vão cuidar disso.

Stats

De cinco anos para cá, a comunidade evangélica descobriu os blogs. A primeira comunidade de blogueiros que conhecemos foi a Blogosfera Cristã da evangélica Poliane Latta. Em seguida veio a União de Blogueiros Evangélicos do irmão Valmir Milomem, e mais recentemente a CNBC
do irmão Lucas Junior. As duas primeiras comunidades congregam mais de 2.000 blogueiros. Dados de janeiro 2009. Estas comunidades exercem um papel importante no incentivo à blogagem, no compartilhamento de saberes e na difusão de tecnologia. Fazem história e disseminam a cultura evangélica em variados estilos e áreas.

Até 2008 os blogs praticamente passaram despercebidos pelos 30 milhões de evangélicos brasileiros. Entretanto, há um viés de uma mudança muito rápida neste cenário. Centenas de líderes evangélicos estão descobrindo o valor e o poder de "fogo" de um blog em comunicação, evangelismo e missões. O que se publica na língua portuguesa em um minuto, no outro já está disponível para todo o mundo. Muito útil para missões. Mensagens e sermões podem ser escritos e pela ação do Espírito Santo colocado diante dos olhos de quem precisa, esteja onde estiver. O Rádio e a TV são locais ou restritos a territórios e alcance. A palavra escrita e publicada em um Blog tem alcance global. Se o texto em um blog fosse um folheto de evangelização, você pode entregá-lo para qualquer pessoa que fale a sua língua em qualquer prédio, mansão, cidade, país. Basta que escreva com unção e ore para que o Espírito Santo o leve a quem precisa.

Em menos de dez anos, a banda larga de Internet vai estar presente na maioria dos lares brasileiros. Assim como uma TV. Aliás, computador e TV podem estar juntos em um só aparelho. E quando esta época chegar - está bem ali - precisamos ter blogueiros experientes, maduros, conscientes, éticos, editando blogs de leitura agradável, inspirada e motivadora. O ano de 2009 vai ser um divisor de águas: será o ano da popularização dos blogs entre as lideranças evangélicas. O pastor deve blogar, o Evangelista deve blogar, o professor evangélico, o missionário, cantor, escritor, poeta, todo líder de algum trabalho na casa do Senhor pode blogar. Para isso, o cuidado com a língua portuguesa é um requisito básico. Entretanto o maior erro não é escrever errado, mas o medo de escrever ou escrever sem inspiração, mecanicamente. Quem tem alguma experiência em digitar textos no Word, sabe: ali existe um corretor ortográfico que ajuda a corrigir erros ortográficos.Um blogueiro, segundo minha estimativa, leva pelo menos dois anos para amadurecer e se conscientizar de que o contador de visitas é menos importante que a mensagem publicada.

O "motor" de arquivo e busca do Google, responsável por 90% das buscas em língua portuguesa, é o maior divulgador e publicitário dos blogueiros que escrevem, que criam, que publicam coisas de própria autoria. Pode ser desajeitado dar o primeiro passo, escrever a primeira palavra de um texto, mas é a mesma coisa que aprender a andar. Se você anda, é porque passou por um processo de tentativas e ajuda. Engatinhar, cair, levantar, continuar até aprender. Blogs são parecidos. O importante é começar; mais importante ainda é não esmorecer até o amadurecimento. Diria que a Parábola do Semeador é um texto de cabeceira de um blogueiro iniciante. O inimigo, o desânimo e o abandono impedem o nascimento, o crescimento e a frutificação da semente.

O ano de 2009 ficará na história como o Ano dos Blogs Evangélicos. É tempo de fazer planos para criar e editar um Blog. Se você já tem um, faça proselitismo. Procure blogueiros em potencial na sua Igreja, incentive, desafie, conduza-os até à fonte. Valerá a pena. Lembre-se de que o apóstolo Paulo era um teólogo cego. Até o momento que Deus mandou Ananias orar e ungi-lo.
Quem poderia imaginar que atrás daquele homem perseguidor estava o maior missionário de todos os tempos que a Igreja cristã já teve? Da mesma forma, o maior e mais ungido escritor evangélico deste país pode nascer de um blogueiro. E este blogueiro pode estar na sua Igreja ou dentro da sua casa.

É tempo de blogar. O mundo tem fome de Cristo. Juntos, nós podemos surpreender.

Inscreva-se na UBE - União de Blogueiros Evangélicos

cruzue@gmail.com


.

Um comentário:

Mayalu Felix disse...

Muito bom, o post. É tempo de blogar, enquanto ainda temos como fazer isso. Dias difícieis se aproximam, para os que seguem a Cristo.

Vim a este blog para pedir que vcs visitem o meu e propor uma parceria: se vcs concordarem, eu linko vcs e vcs me linkam. O que acham? Deixem sua resposta em um comentário lá no Blog:

http://mayafelix.blogspot.com/

Abraços,

Maya

:)