sexta-feira, 1 de agosto de 2008

A Nike e Jesus Cristo

.
O boné contendo o símbolo da Nike na cabeça de um atleta com fama mundial, com toda certeza precisa que a empresa abra o caixa dela e pague a divulgação do seu logotipo. Milhões são gastos em publicidade.

É a estratégia do patrocínio. Uma mão lava a outra.

O mesmo boné, na cabeça de um ilustre desconhecido é só uma proteção contra o sol . Não existe recompensa pela divulgação. E talvez, até, o usuário tenha o comprado, gerando lucros à Nike duas vezes. Divulgando-a e pagando para fazer a divulgação.


Jesus Cristo não precisa de peças publicitárias para se manter no mercado. Mas, nós precisamos muito dEle. E já tendo conhecido Sua Pessoa, levemos outros a conhecer também e usu
fruir de tudo de bom que Ele nos proporciona.

O nome de Jesus Cristo é uma marca forte. Identifica a autoridade poderosa do Filho de Deus.

Tenha sempre esse Nome na sua cabeça. Jamais se esqueça da autoridade deste Nome em sua vida e divulgue-O sem nenhuma espécie de temor ou vergonha. Fazendo isso, seja você alguém rico ou pobre, famoso ou um anônimo no meio da multidão, ganhará a sua recompensa aqui nesta vida e no porvir, muito mais do que possa imaginar.

O Filho de Deus nunca fez e nem fará distinção entre pessoas famosas e anônimos, ricas e pobres.



E.A.G.

4 comentários:

mundo a fora disse...

é a lei do capitalismo e da globalização.

Jorge disse...

Hello amigo: quis o invitarte que você visita o blog que eu estou fazendo com meus estudantes do segundo ano do secundário na DISCRIMINAÇÃO.
assunto
arduous e interessante de http://nodiscrimine.blogspot.com
Certamente será de seu affability.
Nós convidamos-lhe que você leu o que você por favor dele e você lhe fazem uma opinião sobre ele mesmo.
Sua contribuição será valiosa.
No blog você encontrará um tradutor da página em diversas línguas se você a necessitar.
Um hug de Argentina.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Jorge

Gracias por su visita.

Yo estaba en su blog, felicitaciones para él. Buen contenido.

Dios los bendiga.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Mundo a fora

Realmente é a imposição capitalista dominando o sistema financeiro em que estamos.

O grande desafio aos cristãos é pregar e viver o Evangelho sem ser dominado por essa filosofia. Dar-se, usar o talento de graça em favor do crescimento do Reino de Deus.

Abraço na paz de Cristo.