terça-feira, 15 de março de 2022

Estudo sobre Levítico (Vayicrá)

Érika Reachers

Via https://segredosdoeterno.blogspot.com/

Em hebraico o título foi tirado da primeira palavra escrita no livro: Vayicrá, que significa "E chamou". “Levítico” deriva da tradução grega e latina desta obra: Leuitikon. Era um manual para os serviços sacerdotais, cuja especificidade estava ligada ao Tabernáculo descrito no livro de Êxodo, mas também abrangia todo o Israel. 

É o terceiro livro do Pentateuco - nome dos cinco primeiros livros da Bíblia cristã, correspondente aos cinco livros da Torá judaica. Torá significa "Lei", "Instrução", "Ensino".  

AutorMoisés, a expressão “disse o Senhor a Moisés” aparece 56 vezes.  

O versículo a seguir apontou para o respeito de Jesus pela escritura do Antigo Testamento, atribuindo a autoria do livro a Moisés e citando uma norma levítica (Lv 14.1-32):

“Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.” (Mateus 8.4). 

Este livro foi escrito aproximadamente em 1445 a.C., durante os dois meses entre o término do Tabernáculo (Ex. 40.17) e a partida de Israel do Monte Sinai (Nm 10.11 ). Neste momento, Moisés foi chamado para receber as instruções referentes às ofertas (korbanot, prural de korban). Ofertas nos ensinam sobre o que é adoração e a forma como devemos adorar a Deus. 

Por Plate X. The S.S. Teacher's Edition: The Holy Bible.
New York: Henry Frowde, Publisher to the University
of Oxford, 1896. Domínio público,
https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=721090

O livro anterior ao Levítico, Êxodo, trouxe as informações concernentes à libertação dos israelitas no Egito, ao recebimento da Lei (Torá) e à construção do Tabernáculo segundo os modelos que Deus havia determinado. No final do Livro de Êxodo, após o término da construção do Tabernáculo, Deus se manifestou com Sua Glória. 

Levítico tratou da relevância de uma educação sobre a santidade de Deus e a responsabilidade de cada indivíduo para viver uma vida separada. 

Santidade (hebr. Kedushah) é uma palavra chave para o livro e a palavra santo (qadosh: separado, dedicado a propósitos excelentes, sagrado, limpo, puro, moralmente reto, justo) aparece mais de oitenta vezes. 

 “Fala a toda a congregação de Israel e dize-lhes: Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou Santo.” (Lv 19.2)

Deus é completamente Santo em sua natureza, motivos, pensamentos, palavras, obras e em seu relacionamento de amor com os homens. É isento de pecados e perfeitamente justo.

A decisão de Deus castigar com a morte os pecadores precede da sua justiça e do seu zelo por suas criaturas. 

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Rm 6.23). 

A ira de Deus sobre o pecado e a iniquidade é um atributo intrínseco do Criador. Trata-se da expressão de sua bondade e amor em relação à justiça: 

“Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.” (Rm 1.18). 

“Mas do Filho diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos, cetro de equidade é o cetro do teu reino. Amaste a justiça e aborreceste a iniquidade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, mais do que a teus companheiros”. (Hb 1.8-9) 

“Por isso, o Senhor vigiou sobre o mal e o trouxe sobre nós; porque justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as suas obras, que fez, pois não obedecemos a sua voz.” (Dn 9.14). 

Deus é Fiel, Ele cumpre tanto as suas promessas quanto as suas advertências: 

“Ainda que sejamos infiéis, Ele é Fiel, não pode negar-se a si mesmo.” (2Tm 2.13). 

“A tua misericórdia, Senhor, está nos céus, e a tua fidelidade chega até as mais excelsas nuvens. A tua justiça é como as grandes montanhas (...) Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade. E por isso os filhos dos homens se abrigam à sombra das tuas asas. Eles se afastarão da gordura da tua casa, e os farás beber da corrente das tuas delícias; porque em ti está o manancial da vida, na tua luz veremos a luz.” (Sl 36.5-9) 

O livro de Levítico fala a respeito de servir a um Deus que é Santo e explica as funções dos ministros do Tabernáculo. Também revela como um povo imperfeito pode servir a um Deus Santo, como pode ser recebido por Deus mediante um Sumo Sacerdote e como pode viver os relacionamentos cotidianos em santidade. 

A santificação é um todo: alimentação; relacionamentos sociais; vida profissional, conjugal, financeira e espiritual. E a busca pela santidade é uma exigência divina. O estado de Deus é de santidade absoluta, perfeita; em nós ela é relativa. 

“Porque Eu Sou o Senhor vosso Deus; portanto vós vos santificareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não contaminareis a vossa alma por nenhum réptil que arrasta sobre a terra. Porque eu sou o Senhor que vos faço subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque Eu Sou Santo.” (Lv 11.44-45) 

A Igreja de Jesus Cristo tem um Deus que a fez sair da escravidão das trevas e da ignorância, Paulo escreveu em Efésios: 

“Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e verdade; e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor. Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz.” (Ef 5.8-11) 

“E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos).” (Ef 2.1-5)

Através da chamada de Moisés Deus anunciou os seus propósitos àquela geração. Assim como eles a igreja de Jesus Cristo também é convocada para andar em novidade de vida:

"De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; pra que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida."(Rm 6.4)

 “Porque somos criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas”. (Ef 2.10). 

Deus é a Verdade, porque é absolutamente fidedigno e sincero em tudo o que diz e faz; não existe falsidade em Deus, ou mentira, ou interesse, ou vaidade. Tudo o que Deus diz é honesto, bom e não há engano algum. Deus é paciente e lento em se irar. É compassivo e concede a todos a oportunidade de se arrependerem e serem salvos. Quando Deus decreta um concerto ele não o executa imediatamente. Ainda que tivesse razão para isso, dá tempo para que cada um possa analisar seus erros e voltar atrás.

 “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a se arrepender.” (2 Pe 3.9)

Deus é misericordioso e clemente, amoroso, compassivo. Sente tristeza pelos sofrimentos das pessoas, é pura compaixão pelos oprimidos, cativos, doentes, pobres, cegos, pelos que se desviam dEle. Tamanha foi sua dor com os caminhos humanos que enviou o Seu Filho para perdão dos pecados e salvação. Deus é amor, um amor infinito, um amor puro, um amor eterno; que possuiu uma profundidade tal que nosso entendimento não consegue alcançar, pois está escrito que excede todo entendimento. E não ama de palavras, pois provou seu grande amor indo para a cruz, Ele foi até o fim por nós. Ele se entregou no lugar dos pecados como uma ovelha muda. 

“Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.” (Isaias 53.7) 

“E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim não abriu a sua boca.” (At 8.32) 

Deus é diferente independe de sua criação, seu ser e sua existência são infinitamente maiores e mais elevados do que a ordem por Ele criada. 

Elementos para a santificação: 

1. A Palavra 

“Santifica-os na Tua Verdade, a Tua Palavra é a Verdade.” (Jo 17.17) 

“A Tua Palavra é a Verdade desde o princípio, e cada um dos teus juízos dura para sempre.” (Sl 119.160) 

“Guardai os meus estatutos e cumpri-os. Eu Sou o Senhor, que vos santifico. Guardai, pois, todos os meus estatutos e todos os meus juízos e cumpri-os, para que não vos vomite a terra para a qual vos levo para habitares nela.” (Lv 20. 8,22) 

“Fareis segundo os meus juízos e os meus estatutos guardareis, para andares neles. Eu sou o Senhor, vosso Deus, Portanto os meus estatutos e os meus juízos guardareis; cumprindo-os, o homem viverá por eles. Eu sou o Senhor. Porém, vós guardareis meus estatutos e os meus juízos, e nenhuma destas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós.” (Lv 18. 4,5,26)

“Guardareis os meus estatutos e todos os meus juízos e os cumprireis. Eu Sou o Senhor.” (L 19.37)

“Observai os meus estatutos, guardai os meus juízos e cumpri-os; assim, habitareis seguros na terra.” (Lv 25.18) 

“Mas, se não me ouvirdes e não cumprirdes todos estes mandamentos, se rejeitardes os meus estatutos, e a vossa alma se aborrecer dos meus juízos, a ponto de não cumprir todos os meus mandamentos, e violardes a minha aliança, então, eu vos farei isto: porei sobre vós terror, a tísica e a febre ardente, que fazem desaparecer o lustre dos olhos e definhar a vida; e semeareis debalde a vossa semente, porque os vossos inimigos a comerão. Voltar-me-ei contra vós outros, e sereis feridos diante de seus inimigos; os que vos aborrecem assenhorar-se-ão de vós e fugireis, sem ninguém vos perseguir. Se ainda assim com isto não me ouvirdes, tornarei a castigar-vos sete vezes mais por causa dos vossos pecados.” (Lv 26.14-18)

 2. A unção sacerdotal: 

“Nem saireis da porta da tenda da congregação, para que não morrais; porque está sobre vós o azeite da unção do Senhor. E fizeram conforme a palavra de Moisés.” (Lv 10.7) 

“E o sumo sacerdote entre seus irmãos, sobre cuja cabeça foi derramado o azeite da unção e que foi sagrado para vestir as vestes, não descobrirá a cabeça nem rasgará as suas vestes. Nem sairá do santuário do seu Deus, pois a coroa do azeite da unção do seu Deus está sobre ele. Eu sou o Senhor.” (Lv 21.10- 12) 

“O Espírito Sato é sobre mim, pois me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração.” (Lc 4.18) 

3. O Sangue 

“Tendo, pois, ousadia para entrarmos no santuário, pelo sangue de Jesus.” (Hb 10.19) 

“E o sacerdote tomará do sangue da oferta pela expiação da culpa e o sacerdote o porá sobre a ponta da orelha direita daquele que tem que purificar-se e sobre o dedo polegar da sua mão direita, e no dedo polegar do seu pé direito.” (Lv 14.14) 

“E daquele sangue espargirá sobre ele com o seu dedo sete vezes, e o purificará das imundícias dos filhos de Israel, e o santificará.” (Lv 16.19) 

“Mas, se andarmos na Luz, como Ele na Luz está, temos comunhão uns com os outros, e os sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.” (1Jo 1.7) 

4. O culto a Deus 

“E quando sacrificardes sacrifícios pacíficos do Senhor, da vossa própria vontade o sacrificareis.” (Lv 19.5) 

“E, quando sacrificardes sacrifícios de louvores ao Senhor, o sacrificareis de vossa vontade.” (Lv 22.29)

Nem todo culto Deus recebe, há um padrão de Deus. O culto prestado pelo adorador mostra o conhecimento que ele possui acerca de Deus e a importância que este dá a pessoa de Deus. Cultuar a Deus requer racionalidade e espontaneidade. Deus não deseja pessoas oferendo nada por vã glória, por vaidade, para agradar as pessoas, por interesse ou por pressão. Deus deseja intimidade, amor, sinceridade e voluntariedade. O verdadeiro culto é prestado de dentro para fora, para Deus e não para os homens. 

Alimentação: 

Deus dava uma aula alimentar que garantia a seu povo uma vida saudável proveniente de uma alimentação separada. A base dessa alimentação era CEREAIS, VEGETAIS E FRUTAS. E o povo só podia comer carne vermelha 3 vezes ao mês, preferindo as carnes brancas. 

Santificação é uma separação: 

“Assim, separareis os filhos de Israel de suas imundícias, para que não morram nas suas imundícias, contaminando o meu tabernáculo, que está no meio deles.” (Lv 15.31). 

PURIFICAÇÃO - SEPARAÇÃO - DEDICAÇÃO - USO

Quando o sacerdote entrava no Tabernáculo primeiro ele dava o sacrifício de arrependimento, se lavava na pia, estava vestido com vestes separadas e depois ele se dedicava ao serviço. Ninguém poderia servir a Deus de qualquer maneira. Da mesma forma a Igreja do Deus vivo possui uma chamada sacerdotal de santificação e serviço para o Reino de Deus. 

“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual, e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” (1Pe 2.5) 

“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz.” (1Pe 2.9) 

Jesus é o Salvador de todos independente do nível social e seu sacrifício foi suficiente e superior a todos os sacrifícios de animais. Ele morreu no nosso lugar e por causa dos nossos pecados. 

“Mas, se a sua mão não alcançar assaz para um cordeiro, então, tomará duas rolas ou dois pombinhos, um para holocausto e outro para a expiação do pecado; assim, o sacerdote por ela fará expiação, e será limpa.” (Lv 12.8) 

Bois, carneiros e bodes eram ofertas de ricos e pombas e rolinhas eram ofertas dos mais pobres. Os sacrifícios anunciavam a vinda de Jesus:

Boi – Jesus o servo (trabalhou para os homens em sua vida e alimentou o homem com sua morte, sua carne). 

Cordeiro – “No dia seguinte, João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: “Eis aí o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (Jo 1.29) 

Bode – Jesus o cabeça (a força dos bodes está na cabeça e a força da Igreja é o cabeça da igreja, Jesus Cristo). 

Pomba e rolinhas – pureza. 

Quem matava era o ofertante, tendo pecado, porque foram os nossos pecados que mataram a Jesus. O sangue era aspergido nos quatro cantos do altar. 

“E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante de Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram a sua vida até a morte.” (Ap 12.10-11) 

“E que havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconcilia-se consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.” (Cl 1.20) 

“Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um, e derribando a parede de separação que estava no meio, na carne, desfez a iniquidade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e pela crus reconciliar a ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.” (Ef 2.14-16) 

“E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque depois de haver dito: Este é o concerto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor. Porei as minhas leis no seu coração e as escreverei no seu entendimento, acrescenta: Jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades.” (Hb 10.15-17)

Ofertas de manjares – cereais. Flor de farinha era uma farinha de boa qualidade e sem fermento. A oferta não deveria ter fermento e nem mel, significando gratidão sem malícia ou alegria momentânea. Porque o mel alegra rapidamente e logo passa; e o fermento engana, pois aumenta o tamanho real da massa, simbolizando a mentira e a falsidade. Deus tinha prazer nas ofertas pacíficas e nas ofertas de cereais, que simbolizavam paz com Deus e gratidão. Mas Deus não tinha prazer nas ofertas por pecados e culpas. 

A tribo de Levi era dividida em três patriarcas: “E os filhos de Levi: Gerson, Coate e Merari (...)” (Gn 46.11) Os levitas foram separados para um ministério sacerdotal: (Ex 32.26-30) Estes homens pertenciam ao Senhor, deveriam ser imparciais, obedientes, e precisavam ter uma vida separada para Deus. No período de Moisés começaram a trabalhar com a idade de 30 anos (Nm 4 e 1Cr 23.3), pois era exigido um tempo de maturidade e de aprendizado para o serviço. Haviam várias funções para as famílias dos levitas, poderiam ser porteiros, cantores etc. 

Dentre as famílias de Levi, Deus chamou a de Arão para ser a família sacerdotal (Nm 3.2-4). A tribo de Levi deveria ser submissa aos sacerdotes (Nm 3.6-8) Arão e seus filhos foram consagrados para o sacerdócio (Ex 29 e Lv 8) Eles foram treinados para exercer a função sacerdotal (Lv 8.35;Lv 9; Ex 29.1) 

Alguns significados espirituais presentes no livro: 

Água: Palavra 
Vestes: justificação 
Unção: capacitação do Espírito Santo 
Pecados: perdão 
Holocausto: consagração 
Sangue: purificação 

Todos os crentes em Jesus também precisam aprender a desempenhar seu ministério com preparação e aprendizado. 

Funções dos sacerdotes: 

1. Manter a chama do altar acesa (Lv 6.12-13; Lv 24.2-3) 
2. Lavar-se antes do serviço (Ex 30.18-21) 
3. Zelar pela glória de Deus (Nm 25.11-13) 
4. Sumo sacerdote era quem oferecia o sacrifício no dia da expiação (Lv 16) 
5. Sustento e herança dos levitas (Lv 18.8-32; Nm 18.8-32) 
6. (Lv 21. 15-23) 
7. (Lv 22.16) 

Nosso relacionamento com Deus requer obediência à Palavra. A santidade do Tabernáculo não estava nas mesas, roupas ou objetos, era a Presença de Deus que tornava tudo santo. O alvo de Deus é que todos sejam santos, mas também esse precisa ser o desejo pessoal de cada crente. 

“Não façais segundo as obras da terra do Egito, em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã, para a qual eu vos levo, nem andareis nos seus estatutos. Fareis segundo os meus juízos e os meus estatutos guardareis, para andardes neles. Eu sou o Senhor, vosso Deus. Portanto, os meus estatutos e os meus juízos guardareis; cumprindo-os, o homem viverá por eles. Eu sou o Senhor.” (Lv 18.3-5) 

Os crentes não podem ceder às pressões do mundo, com suas interpretações acerca da existência humana e padrões de vida. O mundo não pode influenciar o ponto de vista do cristão, porque temos por alvo e instrução a Palavra do Eterno. 

“E falou Moisés a Arão: Isto é o que o Senhor disse: Mostrarei a minha santidade naqueles que se cheguem a mim e serei glorificado diante de todo o povo. Porém Arão se calou.” (Lv10.3) 

Para finalizar, alguns capítulos trouxeram observâncias acerca de higiene pessoal, saúde e purificação (14 e 15); de padrão sexual (18); Relacionamentos humanos (19); proibição de idolatrias e sacrifícios de crianças (20); procedimentos após os partos (12)


terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

Isán, aquele que esquece

 

Aldair Santos 

https://aldairsantosrr.wordpress.com

Isán, é assim que é chamado o “ser humano” na língua árabe e cujo significado é “aquele que esquece”. É uma das melhores definições do gênero humano, pois, esquecer parece tão natural às pessoas quanto respirar, especialmente quando se trata das coisas espirituais. Com frequência, nos esquecemos das promessas de Ano Novo, de ligar para a casa da mamãe, de dar atenção aos nossos filhos ou cônjuges, do aniversário da esposa, do compromisso firmado verbalmente, da promessa de visita a um amigo, de regularizar a vida de oração, de ler mais a Bíblia, de se envolver mais com os projetos da igreja, de não gastar dinheiro com bobagens, de evangelizar colegas do trabalho, de passar uma mensagem a quem precisa e outros, muitos outros, “esquecimentos”.

Certo pastor contou-me um fato interessante sobre um missionário em campo. Esse missionário tinha um memorial em casa. O memorial era uma pequena prateleira onde ele colocava pequenos objetos simbólicos, os quais estavam ligados às experiências marcantes que viveu com Deus, um livramento, uma providência ou uma resposta de oração. Havia no memorial uma carta, um parafuso, uma miniatura da Bíblia, um carrinho de plástico, um pequeno relógio, um vidrinho de remédio vazio, um anelzinho, um bebezinho de porcelana, um cartão postal, várias fotos, e outras tranqueiras curiosas. Quem olhava o memorial tinha que perguntar que loucura era aquela. O missionário, então contava com detalhes as histórias de cada objeto simbólico, as quais demonstravam a fidelidade de Deus, aproveitando para edificar ou evangelizar o ouvinte. No final arrematava que, quando estava triste, com fé vacilante ou temeroso pelo futuro, ele vinha sentar-se em frente ao memorial. Olhando o que a Providência Divina já tinha feito, recebia o conforto do Deus provedor e fortalecia a fé, entre lágrimas de agradecimento. O missionário vivia o que seu colega profeta já dizia: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”.

Conhecendo essa nossa Síndrome Congênita do Esquecimento do Divino, herança pecaminosa de Adão, a Bíblia recomenda: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios” pois, lembrar-se do que Deus já fez, conforta e fortalece a nossa caminhada presente. Isto porque, Deus é o mesmo, ontem e hoje.


Também o Salmo 119, o Salmo da Palavra, anuncia à alma esquecida e fraca, preciosas e pertinentes promessas: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”, “terei prazer nos teus decretos; não me esquecerei da tua palavra”, “lembro-me dos teus juízos de outrora e me conforto, ó SENHOR”, “laços de perversos me enleiam; contudo, não me esqueço da tua lei”, “nunca me esquecerei dos teus preceitos, visto que por eles me tens dado vida”, “ando errante como ovelha desgarrada; procura o teu servo, pois não me esqueço dos teus mandamentos”. Em todos os casos, o salmista relaciona a lembrança da Palavra (isto é, guardar, viver), com as atitudes de uma vida cristã bem sucedida: uma vida de santidade, ter prazer na Palavra de Deus, receber conforto lembrando o que o Senhor fez, ter a proteção contra os perversos, ter a vida verdadeira (abundante), e a certeza da segurança no aprisco do Bom Pastor.

Nosso maior desejo deve ser sermos conhecidos, não como Isán, aquele que esquece, mas como FIEL, aquele que se lembra de todos os mandamentos do Senhor e os guarda.

Certamente as experiências contidas no nosso memorial serão infindáveis. Tão só e unicamente pelo fato de que Deus é sempre fiel e jamais se esquece dos seus filhos!

Não se esqueça disso!

Textos bíblicos usados: Lamentações de Jeremias 3:21; Salmos 103.2; Salmo 119.11, 16, 52, 61, 93,176.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Reflexão: O Brasil missionário e a “cultura do evento”

A pandemia de Covid-19 descontruiu preconceitos, demoliu expectativa$ e, como a perseguição na Jerusalém do primeiro século, apressou o passo duma igreja sonolenta até o quase pecado.

Mas não adiantou de todo: Tiramos um pé do atoleiro, mas seguimos presos no que eu chamo de a “cultura do evento”. Encontros presenciais, capacitações, cursos de fim-de-semana ou que se estendem por três longos anos estão sendo retomados na modalidade presencial, para alegria de meia-dúzia que ainda não entendeu, e para azar de um país de colossais 8.510.000 quilômetros quadrados, 5.558 municípios e em torno de 60 milhões de crentes. SESSENTA MILHÕES DE CRENTES, que certamente não cabem na sua sede missionária, seminário, sítio, estádio ou o que você conseguir.

SESSENTA MILHÕES DE CRENTES.

Grandes igrejas, missões, denominações, agências e colegiados de agências nacionais parecem firmemente presos ao presencial, ao evento. O tempo que seria gasto em proporcionar RECURSOS GRATUITOS E DEMOCRATIZADOS (via web) é gasto em passagens de avião, hospedagens, alimentação, gasolina. Tudo com uma naturalidade, um “tem que ser assim, só pode mesmo ser assim” de causar arrepios em quem sabe dar valor (pois não o tem ou já não o teve um dia) ao DINHEIRO. Principalmente o dinheiro que compete ser alocado na obra de Deus.

Vamos a um teste, vamos ao que nos possa dar discernimento efetivo. Entre em sites de missões e colegiados (associações) de missão ou sites de igrejas genéricas/denominacionais (evangélicas/reformadas) e procure pela aba “Recursos”. Nos EUA, fonte nossa e de todos estes, é comum a cada site haver os recursos para capacitação de quem quiser se capacitar, em sua maioria gratuitos – e-books, podcasts, séries de vídeos auto instrutivos e etc. Mas faça o teste aqui em Pindorama, em nosso Brasil continental. Fez?

Pois bem, deve ter chegado a alguma conclusão. Sem querer desgastar ainda mais seu tempo, lhe proponho que faça agora outro teste. Procure pela aba “Eventos” ou “Agenda”.

Fez? Se fez, não preciso me estender, os festivos fatos são a melhor pedagogia.

Mas, E DAÍ?

Faça a sua parte. Empreenda esforços para trocar (no seu coração e na sua instituição) a “cultura do evento” pela “cultura dos recursos”. Ou a cultura do “venha” pela cultura do “tome aqui”. Não se questiona aqui a necessidade e riqueza maior proporcionada pelo tête-à-tête, o cara-a-cara; sou professor, como o faria? O questionável é a manutenção deste sistema monocórdio, pouco produtivo, elitista (sim, elitista!), num momento em que já adentramos até as canelas do século XXI, talvez o último.

Talvez o último. Será? Ou agimos no atacado sobre uma igreja de 60 milhões de almas dispersas por 5.558 municípios que se estendem por 8.510.000 km², ou pingamos gotas no varejo dos eventos - lá naquela estância hidromineral no Centro-Oeste, no indobrável eixo-de-aço RJ-SP, ou mesmo naquela base ensolarada no Nordeste...

No mais, celebro e reafirmo a importância de tais eventos, e ser um dos seus maiores divulgadores (vide a vida do blog/canais Veredas Missionárias) o comprova. Mas torço para que eles tenham cada vez menos importância, pelo simples e monolítico fato de sermos sessenta milhões de crentes. 

Sammis Reachers

www.veredasmissionarias.blogspot.com

(Este texto pode ser livremente reproduzido, por quaisquer meios, sem necessidade de prévia autorização. Mamon já nos impõe pedidos de autorização demais, concorda?).

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

CARTAS E RETORNOS, livro de Sammis Reachers, para download gratuito

  

Estou disponibilizando para download gratuito meu último livro de poesia, Cartas e Retornos, lançado no início de 2021.

Neste Cartas e Retornos, o leitor perceberá que busquei construir fundamentalmente um livro de adjetivações, frutos – ou sementes? – de uma poesia onírico-descritiva, arte/artesanato sequencial de definições poéticas sobre temas ou objetos variados, os “destinatários” aos quais as cartas fazem referência.

O livro obteve ótima recepção, e alguns de seus poemas estão publicados em diversos canais de literatura, como as revistas MallarmargensPixéTraçosD-Arte Londrina, LiteraLivre e até a Revista Ensaios de Geografia da UFF, bem como no jornal RelevO.

Para aqueles que não abrem mão do prazer odorotáctil (e visual, como não?) de um livro impresso, ele continua disponível, basta entrar em contato comigo.

Para baixar o arquivo (pdf) do livro, CLIQUE AQUI.


Aproveito para disponibilizar o outro livro autoral que lancei este ano, o volume de memórias e humor Renato Cascão & Sammy Maluco: Uma dupla do balacobaco. O livro dá conta de duas infâncias atribuladas (muito atribuladas MESMO), mas muito divertidas.

Nesta obra, memória e humor se entrelaçam para narrar divertidíssimas histórias da infância de dois jovens criados num subúrbio de São Gonçalo (município da região metropolitana do Rio de Janeiro), nos duros anos da década de 80. Relatos de perrengues e peripécias, marcados pela humanidade, o bom-humor e a irreverência da prosa de Sammis Reachers, dão conta de duas pequenas vidas que poderiam ser as vidas de quaisquer moleques daquele tempo, dada sua universalidade. 

Para baixar o arquivo (pdf) do livro, CLIQUE AQUI.

domingo, 22 de agosto de 2021

As melhores frases de grandes nomes da literatura e do pensamento universal, em e-books gratuitos para download

  

100 FRASES DE C. S. LEWIS - O escritor Clive Staples Lewis nasceu em 1898 em Belfast, na Irlanda do Norte (Reino Unido).  Multitarefas, Lewis foi professor universitário, escritor, romancista, poeta, crítico literário, ensaísta e apologista cristão britânico, após abandonar o ateísmo, influenciado por seu amigo, o igualmente famoso J. R. R. Tolkien (de O Senhor dos Anéis). Lewis é reconhecido e estimado em todo o mundo, seja por sua série ficcional As Crônicas de Nárnia, seja por seus escritos que reúnem com rara argúcia e beleza de estilo temas metafísicos, filosóficos e religiosos. Sua obra literária abarca 38 livros, dos quais diversos já foram traduzidos para a língua portuguesa.
Reunimos aqui uma seleção de frases para iluminar sua jornada, amigo(a) leitor(a). De educação à religião, de ética à literatura, de felicidade à dor, passando por temas os mais diversos, a sabedoria de um dos maiores autores do século XX aqui se faz presente, em pequenas doses, cápsulas para o seu dia-a-dia.
PARA BAIXAR O E-BOOK PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



100 FRASES DE LIEV TOLSTOI - O romancista russo Liev (também dito Lev, Leon, Leão) Tolstoi nasceu em 1828, na pequena vila de Yasnaya Polyana.
Para além de sua obra literária que se configura como uma das maiores já criadas, Tolstoi ganhou fama como pacifista e pensador. Suas ideias, que versam do anarquismo ao vegetarianismo, iam de encontro ao status quo vigente, mesmo entre instituições cristãs, algumas das quais ele denunciava como não vivendo o verdadeiro cristianismo, conforme pregado por Cristo no Sermão da Montanha (Mateus caps. 5 a 7).
Reunimos aqui trechos de reflexão que vão da educação à religião, de ética à literatura, de felicidade à dor, avançando por temas os mais diversos. A sabedoria de um dos maiores autores da humanidade aqui se faz presente, em pequenas doses, cápsulas para alimentar o seu dia a dia.
Tenha uma boa leitura!
PARA BAIXAR O E-BOOK (43 PAGS. EM FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


100 FRASES DE MARTIN LUTHER KING - Martin Luther King Jr. (1929 – 1968) foi um pastor protestante e ativista político norte americano. Sua cruzada em favor dos direitos civis dos negros e pobres fez dele uma das mais importantes vozes de protesto e luta por justiça do século XX.
Seus esforços não se limitaram ao combate às práticas de discriminação racial: King foi defensor dos direitos das mulheres, opositor da guerra do Vietnã e militou ainda por melhores salários e condições de trabalho para a população de baixa renda.
Graduado em sociologia e teologia, com doutorado nesta última, King sempre foi um hábil artesão da palavra, e seus discursos são ricas peças de exortação e motivação.
Sua grande força moral, que lhe rendeu o Prêmio Nobel da Paz (1964), recebeu influência do princípio da não-violência de Mahatma Gandhi e principalmente dos ensinos de Jesus Cristo. Por sua vez, seu exemplo e suas palavras impactaram e continuam a influenciar pessoas em todos os cantos da Terra.
Confira, neste breve livro, um pouco da riqueza do pensamento de Martin Luther King Jr.  E, no texto ao fim deste volume, entenda a origem da irrefreável esperança e sede de justiça que tornaram King um gigante.
PARA BAIXAR SEU EXEMPLAR, CLIQUE AQUI.


100 FRASES DE BLAISE PASCAL - Matemático, físico, filósofo, teólogo: já desde a infância, o francês Blaise Pascal dava indícios de sua genialidade. E, nos apenas trinta e nove anos de vida, suas contribuições para a ciência e o pensamento universal foram fabulosas.
Nascido em Clermont-Ferrand, na França, em 1623, o precoce e constante esforço intelectual de Pascal contribuiu para a evolução do método científico, inaugurou novos campos de pesquisa na física e na matemática e levou até mesmo à construção da primeira máquina calculadora, chamada de Pascalina.
Aos trinta e um anos, Pascal passa por uma experiência espiritual de grande impacto em sua vida e obra, passando a dedicar-se com mais afinco à reflexão filosófica e teológica, sem descuidar de seus trabalhos científicos.
Neste breve livro, reunimos um pouco da sabedoria e perspicácia, muitas vezes desconcertantes, deste que foi um dos maiores intelectuais com que a humanidade já se viu agraciada. 
PARA BAIXAR O E-BOOK PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


100 FRASES DE G. K. CHESTERTON - O polivalente e desconcertante Gilbert Keith Chesterton foi muitos - escritor, poeta, crítico de arte, jornalista, teólogo... Nascido em 1874 em Londres e falecido em 1936, sua vasta obra (apenas os livros beiram os oitenta) abarca desde os clássicos de seu pensamento crítico e apologético como Ortodoxia e O Homem Eterno até ficções como O Homem que Foi Quinta Feira, além dos muitos livros de seu renomado detetive, Padre Brown. Sua obra teve considerável influência sobre nomes que vão desde C. S. Lewis até Jorge Luís Borges.
Grande polemista e observador arguto da alma humana, Chesterton construiu sua obra celebrando a vida e o mistério do Universo, demolindo argumentos relativistas e opositores de ocasião. Seu raciocínio por vezes (e este é um de seus encantos) trilha caminhos inesperados. É preciso estar atento: A ironia e o paradoxo são as constantes em muito do pensamento do autor. 
Aqui, um pouco da verve, da luminosidade e da espirituosidade do gigante (1,93m) peso-pesado (130kg), que era chamado não sem razão de “o príncipe do paradoxo”.
PARA BAIXAR O LIVRO PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


100 FRASES DE AGOSTINHO DE HIPONA (SANTO AGOSTINHO) - Nascido em Tagaste, no norte da África, em meados do século IV, Agostinho foi um dos mais importantes filósofos e teólogos ocidentais, sendo considerado mesmo o maior dentre aqueles eruditos chamados de “Pais da Igreja”. 
Sua obra antecipou temas da literatura, da ética e da psicologia que seriam debatidos e expandidos nos séculos seguintes. A beleza e a maestria de sua escrita, bem como a perspicácia de seu pensamento, fazem suas obras, como Confissões e A Cidade de Deus, serem tidas e celebradas como obras-primas da literatura universal.
Neste breve livro, reunimos um pouco do tesouro sapiencial deste que foi o mais humano dos “santos”, e pensador basilar da cultura ocidental.
Para baixar o livro pelo Google Drive, CLIQUE AQUI.


Frases UP! 250 Frases para motivar e iluminar o seu dia - Este e-book reúne uma coleção de frases coligidas de épocas e autores os mais diversos, no objetivo de formar um breve compêndio de sabedoria para iluminar e motivar o seu dia a dia e a sua vida.
Mas o que é, em breves termos, “motivação”? Podemos entender motivação como o conjunto de forças internas que mobilizarão o indivíduo para atingir um dado objetivo como resposta a um estado de necessidade, carência ou desequilíbrio.
A palavra motivação vem do latim movere, que significa “mover”. A motivação é, então, aquilo que é susceptível de mover o indivíduo, de levá-lo a agir para atingir algo (o objetivo), e de lhe produzir um comportamento orientado.
Esperamos que você tenha uma boa leitura, e possa compartilhar esta pequena seleta e suas cápsulas de sabedoria com seus amigos! 
PARA BAIXAR O LIVRO PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


PAZ em 200 Citações - Vivemos em tempos de crescente agitação. A informação, surgindo de todos os lados, ganha ares de avalanche. A violência, seja urbana ou rural, física, simbólica ou virtual, toma os espaços e espalha tristeza e medo, quando não terror.
Neste cenário de acelerada e intensificada agitação e violência, onde encontrar a paz? Sobre que bases e com que ferramentas construí-la?
Neste breve livro, reunimos algumas percepções e pensamentos sobre a Paz, oriundas de pensadores, estadistas, escritores os mais diversos no tempo e no espaço.
O texto que encerra essa seleta demonstra como a paz que almejamos está ao alcance daquele que a busca, e pode, uma vez conquistada, ser irradiada para os outros.
PARA BAIXAR O LIVRO (FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


As 100 Mais Belas Frases Sobre o PERDÃO - O Perdão é uma força muito poderosa. Se a guarda da mágoa contra alguém, ou a incapacidade de perdoar a si próprio, de acreditar que há perdão para seus atos e sua história, atormenta e adoece o corpo e a mente de uma pessoa, o perdão – dado, encontrado, aceito – traz cura e libertação, além de paz, renovação e energia para seguir em frente.
Gosto muito de uma pequenina ilustração sobre o perdão:
Havia um rei que vinha sofrendo muito com seus súditos rebeldes. Mas, um dia, cansados de seus crimes, eles depuseram suas armas, se jogaram aos pés do rei e imploraram misericórdia. Ele perdoou a todos. Então um de seus amigos lhe disse: "Rei, o senhor não disse que todo rebelde deveria morrer?"
"Sim", respondeu o rei, "mas não vejo rebeldes aqui".
Assim é o perdão: Não um simples ou parcial “esquecimento”, mas uma real mudança de atitude, seja da parte do perdoador, seja da parte do perdoado. Uma oportunidade de reinício, uma ação proativa.
Este pequeno livro reúne uma seleção de frases de autores os mais diversos, coligidas com o único propósito de lhe oferecer as mais ricas reflexões sobre o tema do Perdão.
Que a leitura deste livro lhe traga esclarecimento e ajuda.
Perdoe, perdoe-se, e seja perdoado!

PARA BAIXAR O SEU E-BOOK PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


Combatendo o Estresse em 150 Citações - Na vida moderna, é natural que o estresse se manifeste num momento ou noutro, mas o perigo está em seu excesso, sempre pronto a se apresentar, sem que muitas vezes possamos perceber ou, pior ainda, impedir.

Sobre tal problema que afeta a tantas pessoas é que se debruça este pequenino livro. Aqui estão coligidas diversas frases que poderão lhe ajudar a perceber, compreender, conviver, enfrentar e, fundamentalmente, superar o estresse.

Ao fim deste volume, uma breve reflexão (Uma vida resistente ao estresse) lhe ajudará a conseguir o equilíbrio e a paz emocional e existencial de que todos nós tanto necessitamos.

PARA BAIXAR O E-BOOK (EM FORMATO PDF) PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.